“Os desafios da jornada de locação para 2021” é a palestra programada para esta quinta-feira, 26/11/20, no terceiro dia do 75º Encontro ABMI, evento totalmente digital que conta com a participação e a interação de um público formado por dirigentes e colaboradores das 50 empresas associadas à entidade, representativas de praticamente todas as regiões do país.

Com início às 11h30 a palestra estará a cargo de Rodrigo Werneck, CEO,  sócio-fundador e estrategista-chefe  da Agência Cupola, empresa que se define como uma “consulgência” especializada em Marketing Imobiliário. “Consulgência”, segundo tendências internacionalmente seguidas é o resultado do processo de reinvenção das tradicionais agências de comunicação no sentido de atender de forma mais eficiente os novos serviços e demandas exigidos pelos clientes.

Rodrigo Werneck

Superada a onda de renegociações por conta da Covid-19, é preciso, segundo Werneck, levantar quais são os desafios da locação para 2021. Como lidar com as desocupações crescentes e o desafio das renovações com IGPM galopante, aumentando a produtividade comercial e a pauta de imóveis divulgados para alugar são questionamentos que o palestrante quer debater.

Histórias de sucesso

O tema do dia – “Locando na pandemia” – reúne ainda três cases que serão apresentados antes da palestra de Rodrigo Werneck.

Aline Silva

O primeiro case, com início às 9h30, é da Justo Imóveis e Negócios, de São Leopoldo (RS). Aline Silva, gerente de Operações da imobiliária contará como surgiu o “Facilitar é Justo”, iniciativa digital destinada a agilizar o processo de locação.

“Em plena pandemia, a Justo topou lançar uma novidade no mercado imobiliário: locação sem fiador, sem custo, sem burocracia e 100% digital. Um case de sucesso construído com a Porto Seguro e o ZAP. Juntos, tornamos esse projeto-piloto uma experiência a ser compartilhada, com muitos aprendizados e uma campanha de ótimos resultados”, adianta Aline.

Raquel Trevisan

A partir das 10h10, a Imobiliária Taperinha, de Santa Maria (RS), terá sua diretora Raquel Trevisan apresentando o case “Tappe”, que mostra como a empresa atendeu às exigências de uma maior digitalização.

“Levando-se em conta que mudar a forma de operar de uma empresa com mais de quatro décadas é difícil, optou-se por criar um ‘braço digital’, que seria a ‘semente’ na forma de alugar de uma maneira totalmente online. E assim, após 40 dias, em 2 de janeiro de 2020, nasceu a Tappe, a primeira imobiliária 100% digital de Santa Maria. Com ações de marketing e endomarketing, a Tappe e sua proposta totalmente digitalizada vieram para ficar”, assegura Raquel Trevisan.

Juliana Moraes

Na sequência, às 10h50, com o case “+ de 100 locações”, Juliana Moraes, gerente de Conta da França Imobiliária, de Jacareí (SP), demonstrará, entre outros pontos, como  a troca de sistema e a unificação de todos os setores administrativos de locação podem trazer aprimoramento ao setor de contratos, agilidade na rescisão e relocação rápida, além de obter uma intermediação satisfatória nos conflitos entre locador e locatário.

A seguir, confira o que está previsto e programe-se para o último dia do 75º Encontro ABMI, sexta-feira, 27/11. Veja também imagens que comprovam a intensa participação de dirigentes e colaboradores das empresas em meio às atrações do evento nesta quarta-feira, 25 de novembro.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.